28 de dez de 2010

DE REPENTE, LÁ ESTAVA O AMOR 28/12/10


DE REPENTE, LÁ ESTAVA O AMOR
Uma mensagem de Deus canalizada por Gloria Wendroff em
23 de dezembro de 2010

Deus disse:

Às vezes o amor é indireto. Ele não vem a público e se declara. Ele sai de um recanto e tu o descobres. O amor descoberto é como um sorriso inesperado; apenas o canto da boca se eleva, mas ele está lá… o sorriso. É como se alguém inesperadamente deixasse uma rosa no teu travesseiro ou segurasse a cadeira para te sentares. Existe uma consideração, uma gentileza, talvez uma cortesia comum, no entanto reconheces um grande amor por trás dessa cortesia. A cortesia não pode ser banal para ti.

Um dia descobres que és amado. Apesar da tua aparência, descobres que és amado por outro ser humano e por Mim. Tu despertas para o fato: “Ei, sou amado! Sou realmente amado! Deus e mais alguém me amam, me amam verdadeiramente! A mim!” E teu coração dança entre as estrelas.

O amor chegou para ti quando não estavas olhando. De repente, lá estava o amor! Ele estava bem diante de ti, um milagre de amor oferecido a ti gratuitamente, justamente quando pensavas que não eras amado e jamais o serias. De repente, o amor te fitou nos olhos. Entretanto o apresentador do amor não te declarou amor, apenas lançou-o, apenas emanou-o, apenas veio de um lugar de amor, como a luz do sol que entra enviesada por uma janela. E, no entanto, essa luz solar manteve-se firme. Ela sempre esteve lá. Sabias que ela estava lá. Ela não disse: “Olha, eu te amo.” Mas o amor estava lá e tu o reconhecias, e era amor por ti. Finalmente, um amor por ti, amor para ser cultivado. O amor abriu caminho para o teu coração e chegou para ficar. O amor se fez conhecer para o teu trêmulo coração

O que é encantador, quando descobres que és amado, é que percebes que realmente és capaz de ser amado E – o mais maravilhoso de tudo – descobres que és realmente capaz de amar também. Um grande motivo de ser maravilhoso saber que és amado é que então começas a sentir o amor se agitando no teu próprio coração. Há uma batida no teu coração que diz: “Ei, eu posso amar!”

O amor tornou-se recíproco. O amor se alimenta de si mesmo e cresce. Antes que percebas, estarás na fase de amar primeiro. Pensa nisto… ser capaz de tomar a iniciativa de emanar o amor do teu coração para o coração de outra pessoa ou de todos os teus semelhantes. Pensa nisto… ser aquele que ama, que esbanja amor, que vem a conhecer o gracioso Inquilino do amor em seu coração. E o amor no teu coração se irradia para fora. O amor especial dirigido para um indivíduo e dele para outro cresce e se transforma em amor universal. E, de repente, tu és o amante do Universo. És um praticante do amor. E pensavas que eras novo para ele. Teu coração se torna um emblema do amor, brilhando de dia e de noite. Teu emblema era polido o tempo todo, mesmo quando não o vias.

“O amor é meu”, dizes agora. E então espalhas amor como espalharias flores de laranjeira num casamento, ou jogarias confete de um lugar bem alto, na Véspera do Ano Novo. Começas a arremessar amor, e não importa onde ele caia. Só importa que o ofereces. É a doação do amor que importa. De repente, tens amor para distribuir.

Os corações, como os mendigos, gritam: “Podes me dar um centavo?”

E o teu coração responde: “Sim, tome, isto é para ti. Aqui está!” E ofereces moedas de amor e diamantes de amor e, antes que percebas, todo o mundo está brilhando com amor, tudo porque um simples ser humano amou outro.

________________________________________
Tradução: Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Copyright © 1999-Agora Heavenletters™
Heavenletters™ – Ajudando os Seres Humanos a Se Aproximarem de Deus e de Seus Próprios Corações
Gloria Wendroff, Supervisora
Embora Heavenletters (Cartas do Céu) estejam protegidas por direitos autorais, você está convidado a compartilhá-las, enviá-las para amigos, adicioná-las aos seus informativos, usá-las como assinatura, como adesivo de pára-choque, escreve-las no céu com um avião – o que quiser. E por favor inclua a Fonte! www.heavenletters.org. E, é lógico, não cobre por elas!
Fonte: http://www.heavenletters.org/suddenly-there-was-love.html

Gostou! Indique para Seus Amigos

Nenhum comentário:

Postar um comentário